No dia 6/4, foi assinado o termo de cooperação técnica 57/2011, entre o Banco Itaú-Unibanco Holding S.A. e o TJ/MG, para realização das audiências de conciliação em que a instituição financeira é parte. Assinaram o termo o desembargador Cláudio Costa, presidente do TJ/MG, a desembargadora Márcia Milanez, 3ª vice-presidente, e o diretor-gerente Ernesto Antunes de Carvalho, da área de cobrança judicial do Itaú. Ainda estiveram presentes o advogado da instituição financeira Bernardo Ananias Junqueira Ferraz e o diretor executivo Michel Salomão, da Dirsep – Diretoria Executiva da Gestão de Bens, Serviços e Patrimônio.
De acordo com o presidente, a realização de mutirões como esse “é boa para todos”, pois a tramitação do processo acaba sendo muito cara. Para o diretor-gerente do Itaú, “esse é o momento de tentar a solução amigável de conflitos sem que nenhuma das partes tenham que abdicar de seus direitos”. E reforça: “nós acreditamos na conciliação”. Segundo ele, o ambiente neutro do Tribunal traz mais chances de acordos.
A desembargadora Márcia Milanez, à frente das conciliações, diz que a expectativa com esse mutirão, que será realizado de 11 a 15/4, é enorme. “A ideia é estimular a pacificação social e desencadear acordos em outras instituições financeiras”, afirma.
fonte:migalhas